Sexta, 19 de Julho de 2024
21°C 36°C
Teresina, PI
Publicidade

Pesquisa aponta que 72% dos pequenos negócios do Piauí vendem pelas redes sociais, aplicativos ou internet

Instagram é a plataforma mais popular e setor de beleza é o que tem maior presença nas redes sociais

09/01/2024 às 09h27 Atualizada em 10/01/2024 às 10h04
Por: Redação
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Segundo a pesquisa Pulso dos Pequenos Negócios – 5ª edição, realizada pelo Sebrae, sete em cada 10 pequenos negócios do Piauí possuem canais de vendas em meios digitais. Esse percentual é semelhante ao registrado em nível nacional, com 72% dos pequenos negócios brasileiros vendendo pelas redes sociais, aplicativos ou internet.

A pesquisa revela ainda dados sobre o faturamento oriundo dessas vendas. Para mais de 30% das micro e pequenas empresas piauienses, a comercialização de produtos ou serviços nos meios digitais representa de 25 a 50% do faturamento, e para quase 20% delas, o percentual fica acima de 50%.

Os dados da pesquisa mostram que as pequenas empresas estão atentas às inovações digitais e às mudanças no comportamento do consumidor, que busca mais praticidade e comodidade na hora de adquirir produtos e serviços. O Sebrae tem atuado no sentido de preparar cada vez mais as empresas para atender as demandas do mercado, disponibilizando programas e consultorias, muitas delas gratuitas, focadas na transformação digital dos pequenos negócios”, afirma o diretor superintendente do Sebrae no Piauí, Júlio César Filho.

Ainda segundo Júlio César Filho, um desses programas é o Brasil Mais Produtivo, que está com inscrições abertas no Piauí. “Por meio do Brasil Mais Produtivo, as empresas recebem atendimento gratuito e personalizado de especialistas para inovar e melhorar a gestão. Nos últimos dois anos, mais de 400 empresas já participaram da frente de Transformação Digital do programa. Temos também o Sebraetec, que são consultorias tecnológicas subsidiadas pelo Sebrae, focadas em incluir os pequenos negócios em processos de inovação”, acrescenta.

Para participar do Brasil Mais Produtivo, cujas vagas são limitadas, a micro ou pequena empresa deve atuar nos setores de Comércio, Indústria ou Serviços e estar localizada nas cidades onde o Sebrae no Piauí possui Unidades Regionais (Teresina, Parnaíba, Picos, Bom Jesus e Floriano) ou em municípios distantes até 100 quilômetros destas unidades. As inscrições para o programa são gratuitas e estão
disponíveis no endereço eletrônico https://sebrae.com.br/brasilmaisprodutivo.

Pesquisa 

Segundo a pesquisa Transformação Digital nos Pequenos Negócios – 6ª edição, também realizada pelo Sebrae, 73% das micro e pequenas empresas e Microempreendedores Individuais (MEI) têm perfis em redes sociais. A plataforma mais popular entre os empreendedores é o Instagram (64%), seguida do Facebook (41%); LinkedIn (6%); e TikTok (3%). Completam a lista o Youtube e o X (antigo Twitter), com 2%; e o Kwai, com apenas 1%.

Entre os setores com maior presença nas redes sociais estão Beleza (83%), Indústria Alimentícia (82%), Negócios ligados à Economia Criativa (79%), Petshops (75%) e Artesanato, Educação e Moda (72%).

Ainda de acordo com a pesquisa, o Catálogo de Produtos/Serviços e o Fale Conosco (canal para contato com a empresa) são os serviços mais disponibilizados nos perfis e páginas dos pequenos negócios. Em muitas muitos desses perfis é possível fazer reclamações (40%), verificar preços (36%), solicitar reservas (34%) ou personalizar os produtos (30%).

Com informações da Agência Sebrae

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias