Sexta, 21 de Junho de 2024
23°C 36°C
Teresina, PI
Publicidade

Tradição secular do vaqueiro e Pega de Boi no Mato resistem em Pedro II

Na sua 7.ª edição, a pega de boi no mato Manoel Fernandes acontecerá no dia 25 de maio e deve reunir 100 duplas de vaqueiros na comunidade de São Luís.

17/05/2024 às 11h10 Atualizada em 21/05/2024 às 16h12
Por: Redação
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Em meio à mata branca do sertão pedrossegundense, distante 200 km de Teresina, a tradição secular do vaqueiro e a pega de boi no mato resistem. O vaqueiro é uma figura carismática que conquista a admiração e o respeito de crianças, jovens e adultos. Ele é considerado um herói no nordeste, inspirando as novas gerações por sua coragem, determinação e, principalmente, pela alegria, apesar das dificuldades da vida simples no campo.
 
A profissão é uma das mais antigas do Piauí, com mais de 100 anos. O vaqueiro, com suas vestes de couro, carrega a história do estado e é responsável pelo cuidado com os animais que compõem a rica e vasta pecuária piauiense.
 
Fernando Uchôa, com 29 anos de idade e duas décadas dedicadas à profissão, compartilha sua experiência: "Eu comecei muito cedo, ainda era uma criança. Mas, apesar da pouca idade, eu tinha muita vontade de aprender. Eu via os mais velhos encourados montados nos cavalos, aquela cena me fascinava. Para mim, o vaqueiro é o herói da caatinga. A gente enfrenta os perigos da profissão para garantir carne e leite na mesa dos piauienses. Eu tenho muito orgulho do que sou. Já me machuquei, tenho várias cicatrizes, mas sou muito feliz. Se eu parar de lidar com animais, minha vida perde o sentido".
Partindo da importância social, histórica, cultural e econômica desses trabalhadores rurais, Dona Altina Uchôa, mãe de Fernando e presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares de Pedro II, criou em 2016 a Pega de Boi no Mato Manoel Fernandes, uma homenagem ao avô paterno de Fernando, que era vaqueiro na região.
 
Dona Altina conta que todo ano, no último sábado de maio, é realizado o evento em sua propriedade, na comunidade de São Luís, distante 20 km da sede.
 
"É uma alegria muito grande festejar essa tradição que faz parte da minha família e de tantas outras famílias do Piauí. O vaqueiro merece respeito. E a forma que encontrei de não deixar essa cultura importante morrer foi criando a Pega de Boi no Mato Manoel Fernandes, e os vaqueiros abraçaram o evento. É um dia dedicado a eles, um verdadeiro passeio pela nossa história", conta.
 
Neste ano, a 7.ª Edição da Pega de Boi no Mato Manoel Fernandes acontecerá no dia 25 de maio e contará com uma vasta programação.
 
Pela manhã, será servido um café para os vaqueiros, seguido por uma celebração religiosa. Em seguida, ocorrerá a pega de boi no mato e, depois, um almoço para os vaqueiros. Posteriormente, acontecerá a entrega da premiação, sendo cinco mil reais distribuídos para cinco colocações. A animação ficará por conta dos artistas, César Araújo, Manu Vaqueira e Manoel Rock, Netim Cantor e Leandro Aboiador.
 
A festa, que já é tradição no município, deve reunir 100 duplas de vaqueiros e mais de três mil amantes da cultura.
 
Seu Francisco Carneiro, mais conhecido como Teixeira, é filho, neto e pai de vaqueiro. Ele também contribui para a organização do evento e convida a população para conhecer mais sobre a cultura. "Todo mundo que vem a gente recebe com carinho. É uma alegria muito grande festejar a nossa cultura. Uma tradição bonita que vai passando de geração em geração”.
 
Pega de Boi no Mato
 
A tarefa é secular: pegar a marra do boi no mato fechado, por cima de pau e pedra, enfrentando cipós e mandacarus. Na hora que dispara o cronômetro, com seu cavalo vistoso e em alta velocidade, o vaqueiro entra na vegetação. A meta é cortar a “marra do boi” (um cordão colocado no pescoço do animal, fino, para facilitar a retirada pelo vaqueiro e não maltratar o animal). Quem fizer isso mais rápido, vence a disputa que consagra a tradição secular do vaqueiro.
 
Mais informações:( 99) 984037603
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias