Sexta, 21 de Junho de 2024
23°C 36°C
Teresina, PI
Publicidade

Cientistas alertam para o perigo de novos desastres naturais

Grupo acredita que o cuidado com o meio ambiente é questão de saúde pública

31/05/2024 às 11h50 Atualizada em 05/06/2024 às 18h55
Por: Redação
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Um grupo de cientistas brasileiros, representando instituições como a Academia Nacional de Medicina, a Academia Brasileira de Ciências e a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, divulgou uma carta nesta semana, destacando a urgência de esforços para lidar com as mudanças climáticas e seus impactos na saúde pública.

O manifesto chega exatamente um mês após as intensas chuvas que assolaram o Rio Grande do Sul, ressaltando a necessidade de ações imediatas diante do novo cenário global.

Os especialistas alertam que os extremos climáticos serão cada vez mais frequentes e terão efeitos significativos sobre os recursos hídricos, matas e outros biomas. Eles enfatizam que “o futuro dos eventos climáticos extremos já chegou”, instando a comunidade a prestar atenção nas orientações científicas para preservar vidas e evitar desastres futuros.

Um ponto crítico levantado na carta é o aumento dos casos de leptospirose devido ao contato com água contaminada nas áreas afetadas pelas enchentes. Além disso, os cientistas expressam preocupação com os impactos na saúde mental, especialmente considerando o contexto traumático da pandemia de Covid-19.

Diante desses desafios, os especialistas defendem a necessidade de inovações no Sistema Único de Saúde (SUS), incluindo tecnologias de atendimento e saúde digital para atender às demandas da população afetada pelas mudanças climáticas.

Eles enfatizam que este momento de crise é uma oportunidade para redefinir o conceito de saúde, incorporando o cuidado com o meio ambiente e considerando as alterações climáticas.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias