Sexta, 21 de Junho de 2024
23°C 36°C
Teresina, PI
Publicidade

Inaugurado Complexo Solar com capacidade para abastecer 550 mil residências por ano

Empreendimento da companhia chinesa SPIC no Brasil consolida o Piauí no cenário nacional da transição energética.

07/06/2024 às 17h01 Atualizada em 12/06/2024 às 06h34
Por: Redação
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Inaugurado no município de Brasileira, o Complexo Solar Marangatu, empreendimento da SPIC Brasil, companhia chinesa que instala seu primeiro parque solar no Brasil. É um parque gigante que, somando as duas etapas, vão produzir mais de 700 MWp, consolidando ainda mais o protagonismo do Piauí na transição energética mundial.

O parque inaugurado tem capacidade de gerar 446 MWp, o suficiente para abastecer, em um primeiro momento, aproximadamente 550 mil residências por ano. A instalação do empreendimento superou as expectativas com a geração de mais de 2 mil empregos diretos e indiretos, sendo 80% da mão de obra local.

A instalação de mais essa usina permite ao Piauí atrair indústria de produtos verdes, iniciando pela produção de hidrogênio verde, seguindo depois para produção amônia, metanol, siderurgia verde e fertilizantes verdes.

Esse processo de transição energética é semelhante ao que ocorre com a agroindústria, onde há, inicialmente, a produção de grãos e depois há a implantação de frigorífico e usina de biocombustível. "Do mesmo modo ocorre com a economia verde, inicia pela energia produzida com as usinas renováveis solar, eólica e hidroelétrica e depois segue para fase industrial. Então, o parque Marangatu, da SPIC Brasil, é mais um passo nessa direção", explica o governador do Piauí, Rafael Fonteles.

"Com a Marangatu, a SPIC Brasil dá um importante passo na estratégia de crescimento em energia renovável no país. E é fundamental termos essa parceria com o Piauí, uma região que tem crescido na geração de energia com uso de fontes renováveis", afirma Adriana Waltrick, CEO da SPIC Brasil.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias