Sexta, 21 de Junho de 2024
23°C 36°C
Teresina, PI
Publicidade

Cerrado segue respondendo por 80% das exportações no Piauí

Segundo presidente da Aprosoja Piauí, avanço da agroindústria vai fomentar também o mercado interno.

10/06/2024 às 16h44 Atualizada em 12/06/2024 às 06h42
Por: Redação
Compartilhe:
Foto: Neto Fotografias
Foto: Neto Fotografias

Vem da produção de grãos o dado positivo para a economia piauiense com a região dos cerrados sendo a que mais exporta no Piauí. Segundo a Associação dos Produtores de Soja do Piauí (Aprosoja Piauí) os principais municípios produtores e responsáveis por esta participação são Baixa Grande do Ribeiro, Uruçuí, Ribeiro Gonçalves, Bom Jesus e Santa Filomena. 

O Piauí exportou R$ 915, 5 milhões dos quais R$ 677 milhões são oriundos da exportação de grãos, 74%,  notadamente o grão de soja e em segundo lugar o farelo da soja, respondendo por 6,6% das exportações, ou seja, a soja sozinha respondeu por  80,6% das exportações do Piauí. E em terceiro lugar também o milho que respondeu por 5% do total exportado pelo Estado.  Em maior as exportações subiram 27% em relação a abril com R$ 247,2 milhões a mais.  A China é o país que mais compra do Piauí, 65%. Seguida da Espanha e Estados Unidos, com 7,3% e 4,9%, respectivamente. 

Alzir Neto, presidente Aprosoja enfatiza que essa realidade da soja como carro chefe “disparada na frente principalmente na movimentação das exportações deve se manter, mas com a perspectiva crescente dos granjeiros regionais o milho deve se fortalecer internamente”, explica Para Alzir Neto a agroindústria pode mudar um pouco a concepção principalmente incentivando mais milho mas nao tira a soja do topo da exportação.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias