Sexta, 19 de Julho de 2024
21°C 36°C
Teresina, PI
Publicidade

Plano prevê R$ 20 milhões em investimentos para alavancar turismo

O documento detalha estratégias para consolidar o acesso aéreo e rodoviário

12/06/2024 às 06h49 Atualizada em 17/06/2024 às 16h40
Por: Redação
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Plano Estratégico de Marketing Turístico do Estado visa promover de forma abrangente as regiões turísticas do Piauí. No total, serão destacados R$ 20 milhões em investimentos para o turismo nos próximos dois anos.

O documento detalha estratégias para consolidar o acesso aéreo e rodoviário, valorizar o artesanato local e promover atrativos singulares. A análise diagnóstica identificou oportunidades, como a presença de aeroportos e atrativos únicos, além de programas federais.

"O investimento no setor do turismo vai ultrapassar R$ 300 milhões nos próximos anos, quando eu contabilizar a parte de infraestrutura, a parte de qualificação que já tínhamos colocado no ano passado no plano completo da nossa gestão para o setor do turismo. Inclusive, teremos um emprego, uma operação de crédito da agência francesa de desenvolvimento de US$ 50 milhões de dólares", disse.o governador Rafael Fonteles, durante o lançamento do plano.

Para o secretário de Turismo, José Neto Monteiro, o plano estratégico de marketing vai aumentar o número de turistas. "O nosso plano é um trabalho de um ano. Foi construído com o corpo técnico da Setur e os municípios envolvidos. Este produto mostra os caminhos para reposicionar o Piauí no mercado, pois são muitos produtos turísticos que devemos colocar nas prateleiras, o público-alvo", revela.

Jorge Leite, presidente da Associação Brasileira dos Agentes de Viagem (ABAV-PI), explica que o plano vai divulgar o Piauí em larga escala. "Quem não é visto não é lembrado e o que não é conhecido não é visitado. Teresina tem essa vantagem de ser um destino surpresa. As pessoas, às vezes, vêm para a capital piauiense e se impressionam com o que veem, porque não têm conhecimento. Eles acham uma coisa diferente, quando chegam aqui eles se apaixonam", afirma.

Marcelino Lopes, presidente da Câmara Setorial de Turismo do Piauí, explica que o planejamento é  mais que necessário. "Quando você faz um plano de marketing, na realidade você põe em prática um plano de venda daquilo que a gente tem de bom", considera.

As macroestratégias do plano incluem o fortalecimento da presença digital, o apoio a agências e operadoras e a promoção de um turismo sustentável, destacando as belezas naturais, a riqueza cultural e a singularidade do artesanato. Ações de marketing direcionadas para diversos públicos.

“Os focos principais do plano são os polos Costa do Delta, Origens e Teresina, com ênfase em turismo de sol e praia, ecoturismo, e turismo cultural. O plano de ação inclui 33 programas e 70 projetos que visam fortalecer a governança, qualificar o trade turístico, e desenvolver produtos turísticos. Estamos confiantes que vamos, a partir de agora, continuar nosso trabalho de forma mais direcionada, posicionando o Piauí na prateleira certa”, frisa o gestor do Turismo, José Neto Monteiro.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias