Sexta, 19 de Julho de 2024
21°C 36°C
Teresina, PI
Publicidade

Projeto "SER TÃO SOL" auxilia agricultura familiar a partir do uso da energia solar

Iniciativa atende a necessidade de pessoas que precisam retirar água do subsolo para uso produtivo.

27/06/2024 às 16h42 Atualizada em 30/06/2024 às 10h37
Por: Redação
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O projeto de pesquisa e extensão “SER TÃO SOL” é uma ação da Liga Acadêmica de Energia Solar da Universidade Federal do Piauí (UFPI). Realizado por professores e discentes dos cursos de Engenharia Elétrica e Energias Renováveis, o projeto tem como objetivo principal levar energia solar para quem necessita na região rural, com foco especial no bombeamento de água para agricultores e agricultoras familiares de baixa renda.

De acordo com o professor Albemerc Moura, líder do Grupo Interdisciplinar de Pesquisa em Energia Solar do Piauí, o foco do projeto é auxiliar a agricultura familiar, alinhando-se à formação dos discentes, aos objetivos de movimentos sustentáveis e à transição energética justa. Ele comentou a respeito das metas do “SER TÃO SOL” e do uso da energia fotovoltaica: “A ideia é levar essa tecnologia para o homem e a mulher do campo que necessitam, especialmente, de água para produzir. Muitas vezes, essas pessoas têm um poço ou uma fonte de água disponível, mas devido a dificuldades financeiras, falta de eletricidade ou distância do ponto de eletricidade para o local onde está a água, não conseguem retirar essa água do subsolo para uso produtivo”, explicou.

O docente afirmou ainda a possibilidade de incluir mais cursos dentro do projeto multidisciplinar. “Queremos envolver o pessoal do curso de Tecnólogo em Agroecologia do CTT. É uma iniciativa interdisciplinar que abrange vários objetivos de desenvolvimento sustentável”, frisou.

A aluna do curso de Engenharia Elétrica e vice-diretora de comunicação e marketing da Liga Acadêmica de Energia Solar - LASOL UFPI, Teresa Cristina Soares de Carvalho, relatou que a experiência em participar do projeto tem sido recompensante. “Com o sistema de bombeamento solar há o melhoramento na agricultura, pecuária, e principalmente a saúde e o bem-estar das famílias. É bastante gratificante ver a alegria nos olhos das famílias que irão irrigar a sua plantação regularmente e ter acesso a água de boa qualidade, garantindo a sua segurança.”, afirmou.

Com informações da UFPI

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias